Assembleia aprova reajustes salariais para funcionalismo público

Atualizado em 20/03/2018 09h42


Assembleia aprova reajustes salariais para funcionalismo público Cauê preside sessão plenária que aprovou os PLCs 01 e 02, de 2018

Na noite desta terça-feira (13), o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deputado Cauê Macris, comandou sessão plenária que aprovou os Projetos de Lei Complementar 01 e 02, de 2018, de autoria do governador Geraldo Alckmin e que versam sobre o reajuste salarial do funcionalismo público estadual.

Na prática, servidores estaduais das áreas de saúde, educação, segurança pública, administração penitenciária, pesquisa científica e área meio das Secretarias de Estado, da Procuradoria Geral do Estado e Autarquias, terão aumento salarial de 4% para Polícias Civil e Militar; 7% para professores da Educação Básica I, II e do quado do magistério da Secretaria da Educação, além para os docentes do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS; e 3,5% para demais categorias.

Além disso, foi aprovado o abono que reajusta o piso salarial do Estado em 3,5%, acima do reajuste do salário mínimo vigente no País (1,8%), e acima da inflação prevista para 2017 (2,14%). Desse modo, o servidor público estadual terá salário mínimo de R$ 1142,64.

Ambos os PLCs seguem agora para sanção do governador Geraldo Alckmin.