Carcereiros poderão seguir carreira de agentes policiais após extinção do cargo

Atualizado em 27/02/2019 12h42


Carcereiros poderão seguir carreira de agentes policiais após extinção do cargo Projeto foi aprovado pelo plenário da Alesp nesta terça (26)

Os servidores ativos que atuaram no antigo cargo de carcereiro agora poderão seguir carreira como agentes policiais. A proposta foi aprovada nesta terça-feira (26) em votação pelo Plenário da Alesp.

O cargo de carcereiro foi extinto por meio do Decreto Estadual 59.957/2013. A função de agente policial também compõe o quadro de funcionários da Secretaria de Segurança Pública do Estado. 

O Projeto de Lei Complementar 13/2018 foi aprovado em plenário, em dezembro de 2018, e seguiu para sanção pelo governador. Em janeiro último recebeu veto total e então retornou para a Alesp. Nesta terça-feira (26), o veto foi rejeitado e o projeto aprovado, devendo tornar-se lei após sua promulgação pelo governador ou pelo presidente da Casa, Cauê Macris.