Cauê Macris leva proposta de moradia social ao Secovi-SP

Atualizado em 10/03/2020 12h47


Cauê Macris leva proposta de moradia social ao Secovi-SP

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Cauê Macris, apresentou nesta segunda-feira (9), durante cerimônia de posse da nova diretoria do Secovi-SP (Sindicato das Construtoras e Imobiliárias de São Paulo), a proposta de moradias de interesse social em áreas institucionais do Estado e dos municípios.

Uma mudança na Constituição Estadual aprovada pelos deputados e promulgada por Cauê Macris em fevereiro passou a permitir esse tipo de construção nos terrenos específicos. Antes, a Constituição só permitia a implantação de áreas de lazer, escolas, creches ou unidades de saúde nas áreas institucionais do Poder Executivo.

"Essa foi uma grande conquista construída entre o Legislativo, a Secretaria de Estado da Habitação e o Secovi-SP, de forma a fomentar áreas para moradias que até então não eram permitidas nas áreas institucionais. Fizemos a mudança na Constituição e agora as áreas estão aptas para as construções", disse Cauê Macris.

O deputado lembrou que um convênio entre a Assembleia Legislativa e o Secovi-SP permite a troca de conhecimento para implantação de políticas públicas ligadas à habitação, e que a identificação de áreas ociosas que podem ser usadas para construção de moradias faz parte desse processo.

Cauê Macris também ressaltou a atuação social do Secovi-SP, que em 26 anos formou 54 mil jovens em cursos profissionalizantes administrativos, de beleza e empreendedorismo, cuja empregabilidade é de 70%, de acordo com dados da instituição, que tem atuação desde 1946.

POSSE

A nova diretoria do Secovi-SP foi eleita para o biênio 2020-2022. O presidente eleito em janeiro foi o empresário Basilio Chedid Jafet, da incorporadora e construtora Jafet S/A.

Caio Portugal foi eleito 1º vice e vice-presidente de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, enquanto Ricardo Yazbek vai ocupar a 2ª vice-presidência e o cargo de vice-presidente de Assuntos Legislativos e Urbanismo Metropolitano. Já Guilherme de Lucca será o vice-presidente Administrativo e Financeiro.

A instituição tem, ao todo, 12 vice-presidências temáticas, 12 diretorias operacionais, conselho fiscal e diretores regionais por todo o Estado de São Paulo. O Secovi-SP tem cerca de 90 mil empresas representadas.