Deputado Cauê Macris recebe demandas do grupo Retina SP

Atualizado em 26/08/2020 14h26


Deputado Cauê Macris recebe demandas do grupo Retina SP

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Cauê Macris, recebeu nesta quarta-feira (26) a visita de integrantes do grupo Retina São Paulo, que busca difundir conhecimento sobre doenças hereditárias da retina e ampliar o atendimento na rede pública.

Uma das doenças mais preocupantes é a retinose pigmentar, que causa a degeneração da retina, responsável por capturar as imagens que vemos. O doente tem perda gradual da visão, com dificuldade de enxergar à noite, pela lateral dos olhos (visão periférica), de ver cores e a visão central.

A doença é hereditária, progressiva e tem origem genética. O diagnóstico é feito geralmente em adolescentes e adultos jovens. De acordo com especialistas, a incidência é de um caso a cada 4.000 pessoas. Não há números exatos de doentes no Brasil ou no Estado de São Paulo.

“Surgimos há cerca de 20 anos como uma associação de pacientes. Atualmente temos 2.000 pessoas cadastradas e estamos buscando nos estruturar melhor para oferecer informação e conhecimento, e conseguir tratamento”, disse Roseli de Souza Oliveira, vice-presidente do Retina SP.

O deputado Cauê Macris parabenizou pelo trabalho realizado e se comprometeu a encaminhar as demandas do grupo para as autoridades. “Saúde é nossa prioridade, e o cuidado com os olhos é fundamental a qualquer pessoa. Parabéns pelo trabalho”, afirmou ele.

O grupo Retina São Paulo ainda tem uma ação social chamada “Bengala Verde Brasil”, que visa atender pacientes carentes. Em convênio com a Prefeitura de São Paulo, eles distribuem alimentos, divulgam informações e conhecimento sobre a doença, e fazem a doação de bengalas.